PRF registra queda de mortes nas rodovias durante o feriado da Proclamação da República

Foram feitas 29 mil autuações, 1693 veículos ficaram retidos e 665 carteiras de habilitação foram recolhidas

estadão.com.br,

16 Novembro 2011 | 18h33

SÃO PAULO - A Polícia Rodoviária Federal registrou redução de cerca de 27% no número de mortes nas rodovias federais brasileiras durante o feriado da Proclamação da República, em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2010, houve 148 óbitos em quatro dias. Em 2011, o número de mortes caiu para 133 em cinco dias.

Segundo o Coordenador-Geral de Operações da PRF, Giovanni Di Mambro, alguns fatores que colaboraram para a redução foram o retorno diluído em algumas regiões do país desde o domingo até ao final do feriado por conta do mau tempo, além da intensificação do policiamento nos trechos mais críticos.

Em 2010, foram quatro dias de operação (de sexta à segunda-feira), e neste ano o policiamento foi reforçado nas regiões e horários onde era esperado o aumento do fluxo veículos, durante os cinco dias do período (de sexta à terça-feira).

Desde a sexta-feira, 11, até a meia-noite de terça-feira, 15, 80 mil veículos foram fiscalizados em todo o país. Mais de oito mil motoristas fizeram o teste do bafômetro, e destes, 506 foram reprovados, autuados e retirados de circulação. Entre os embriagados, 172 foram presos por crime de trânsito. No total foram feitas 29 mil autuações, 1693 veículos ficaram retidos e 665 carteiras de habilitação foram recolhidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.