Primeira sessão da CPI dos Ônibus é adiada

Nove manifestantes continuam ocupando a Câmara e exigem mudança na composição da comissão

Fábio Grellet, O Estado de S. Paulo

12 de agosto de 2013 | 17h39

Vereadores decidiram adiar indefinidamente a primeira sessão da CPI dos Ônibus, que ocorreria às 10 horas desta terça-feira. O adiamento foi definido em reunião promovida na tarde de hoje na Câmara Municipal para tentar resolver o impasse que resultou na ocupação do prédio por manifestantes desde a última sexta-feira.

A mudança na composição da CPI, que é a principal reivindicação dos ativistas, não chegou a ser discutida, segundo o vereador Eliomar Coelho (PSOL), único da oposição a integrar a comissão e autor da proposta de CPI. Os outros quatro integrantes – os peemedebistas Chiquinho Brazão, Professor Uóston e Jorginho da SOS e Renato Moura (PTC) não assinaram o pedido de abertura da comissão e foram os únicos vereadores ausentes da reunião desta tarde. Nove manifestantes continuam ocupando a Câmara e não pretendem deixar o prédio sem que seja alterada da composição da CPI.

Tudo o que sabemos sobre:
Protestotransportes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.