Primeiras ações ficaram a cargo do DOI-Codi

As primeiras ações contra a entrada ilegal no Brasil de imigrantes chineses aconteceram em 1975, durante o período da ditadura militar. Os asiáticos - a maioria vinda de Taiwan, então colônia chinesa - entraram no País por Foz do Iguaçu (PR), na fronteira com Paraguai e Argentina. Como o mundo vivia a chamada guerra fria, trabalhou-se a princípio com a hipótese que esses imigrantes poderiam ser agentes infiltrados do regime comunista chinês. Por isso, as investigações foram inicialmente de responsabilidade do Destacamento de Operações de Informações - Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-CODI). Após constatarem que eram trabalhadores, o caso passou para o Departamento de Ordem Polícia e Social.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.