Principal ligação entre SC e PR está totalmente liberada

BR-376 está livre para o trânsito após ser bloqueada por diversos deslizamentos causados pelas chuvas

Agência Brasil,

08 de dezembro de 2008 | 12h07

A BR-376, principal ligação do Paraná com Santa Catarina, está completamente liberada. A rodovia - por onde trafegam cerca de 800 veículos por hora, podendo chegar a 1,5 mil nos finais de semana - estava em obras desde a última terça-feira, 2, quando ocorreu um deslizamento no km 663, bloqueando a pista. A liberação foi feita no domingo, 7.   Veja também: Saiba como ajudar as vítimas das chuvas IML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas          Na quinta-feira, 4, a BR-376 já estava em condições de ser liberada, quando houve um novo deslizamento. Uma semana antes, várias quedas de barreira tinham acontecido na rodovia, interditando total ou parcialmente alguns trechos. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram retirados cerca de mil caminhões de terra do local, o equivalente a 18 mil toneladas.   O chefe de Comunicação Social da PRF, Fabiano Moreno, informou que ainda há risco de novos deslizamentos em alguns trechos da rodovia, porém, esses locais estão sendo monitorados por engenheiros da Concessionária Auto Pista Litoral Sul OHL Brasil, que administra o trecho.   Moreno disse que a PRF acompanha o trabalho e garantiu que há total segurança para os motoristas que trafegam pela rodovia nesta manhã.   Estradas estaduais   Apenas duas rodovias estaduais continuavam totalmente interditadas em Santa Catarina na manhã desta quinta-feira, 4, em decorrência de deslizamentos e quedas de barreiras provocadas pelas chuvas.   De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, das 13 rodovias estaduais danificadas, apenas a SC-416, que liga Jaraguá do Sul a Pomerode, e a SC-431, em São Bonifácio, permaneciam bloqueadas.   Já a Polícia Rodoviária Federal informou que todas as estradas federais estavam liberadas para o tráfego.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.