Príncipe leva 25 mil pessoas ao Anhembi

Em Santos, Naruhito inaugurou escultura de Tomie Ohtake

Rejane Lima e Saulo Luz, O Estadao de S.Paulo

21 de junho de 2008 | 00h00

Mais de 25 mil pessoas prestigiaram ontem a cerimônia oficial das comemorações do centenário da imigração japonesa, no Anhembi. O destaque foi a presença do príncipe herdeiro do trono japonês, Naruhito.Pela manhã, ocorreram demonstrações de danças e músicas folclóricas, além de performances de artes marciais. À tarde, Naruhito chegou de carro escoltado pela Polícia Federal e foi recebido pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM). Depois, Aurélio Miguel, Janeth, Hugo Oyama, Cafu e outros atletas brasileiros carregaram a "tocha da amizade"."Muito do que São Paulo é hoje se deve àqueles imigrantes", disse o prefeito, em discurso que lembrou do programa de reurbanização do bairro da Liberdade. O príncipe japonês agradeceu e lembrou que "a comunidade nipônica no Brasil conta com 1 milhão e 500 mil japoneses e já tem descendentes na sexta geração".Antes, em visita a Santos, Naruhito acompanhou a inauguração da nova sede da Associação Japonesa de Santos. O prédio abrigou a antiga escola da colônia e foi restaurado este ano com verbas doadas pelo governo japonês. A festa também teve apresentação de um grupo de crianças flautistas que tocou o hino do Japão. O príncipe cumprimentou e acenou para os moradores e cumprimentou várias pessoas. Na seqüência, Naruhito e sua comitiva foram escoltados pelas Polícias Militar e Federal até o emissário submarino, na Praia do José Menino, onde foi recebido pelo prefeito João Paulo Tavares Papa (PMDB). No local, foi inaugurada uma escultura em aço com 15 metros de altura e 20 de extensão criada pela artista Tomie Ohtake. Presente à solenidade, a artista de 94 anos conversou diversas vezes com o príncipe, que, segundo ela, elogiou a escultura e lhe desejou saúde. Hoje, o príncipe herdeiro segue para o Paraná e depois vai para Minas e Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.