Princípio de incêndio tira do ar telefone 192 do Samu do Rio

Fogo ocorreu devido a um curto circuito no andar térreo; edíficio precisou ser desocupado

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

07 de abril de 2010 | 11h32

O telefone 192 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Rio de Janeiro está fora do ar na manhã desta quarta-feira, 7, por conta de um princípio de incêndio no prédio onde funciona o centro de recepção de chamadas, em Copacabana, zona sul da cidade.

 

Veja também:

link Em meio ao caos, cariocas recorrem ao Twitter para obter informações

link Prefeitura do Rio reconhece falhas na infraestrutura

mais imagens Olhar Sobre o Mundo: Drama no Rio, em imagens

especial Especial mostra áreas afetadas pela tragédia

 

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o sistema de telefonia pelo número 192 ficou fora do ar uma vez que todo prédio teve a energia elétrica cortada. O Corpo de Bombeiros montou um esquema especial para funcionamento do serviço, que está atendendo pelos telefones 2333-9240/2333-9241/2333-9221/2333-9225/2333-9226/2333-9215 e pelo celular 8596-9769.

 

O início de fogo ocorreu em função de um curto circuito no andar térreo do edifício e não chegou a atingir a central do Samu, porém todo o prédio precisou ser desocupado. Não há previsão para o retorno do funcionamento do telefone 192 e novo comunicado será divulgado quando o serviço for retomado.

Mais conteúdo sobre:
RioSamuincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.