Prisão para o ciclista irado que furou 548 pneus de carros

Um ciclista irado, que furou centenas de pneus de carros depois de uma desagradável discussão com motoristas, foi condenado, hoje, a 16 meses de prisão.Para o juiz Stephen Lennard, Ashley Carpenter foi guiado pela ?frustração e raiva diante do que considera-se falta de consideração de motoristas em relação a ciclistas e pedestres?.A acusação diz que Carpenter furou os pneus de 548 carros, vans e caminhões com uma chave de fenda perfurante, durante 10 dias de farra, em dezembro do ano passado, em Bournemouth, uma cidade da costa sul da Inglaterra.Segundo o juiz Lennard, os ataques custaram aos proprietários dos veículos US$173.000 em reparos, além do custo e da inconveniência de achar transporte alternativo.Desempregado, Carpenter, de 37 anos, declarou-se culpado das acusações de dano criminoso. O advogado de defesa, Robert Grey, afirmou que seu cliente é um solitário, cuja frustração ultrapassou os limites depois que foi atingido por lama, agredido verbalmente e quase derrubado pelos carros.?Ele não foi capaz de discutir sua frustração com os outros. Este homem é inadaptado socialmente?, disse Grey.Ao dar a sentença, no Tribunal dos Magistrados de Bournemouth, Lennard declarou que Carpenter agiu, ?pelo que disse à polícia, para dar uma mensagem aos motoristas para serem inconvenientes o menos possível?. Por determinação do juiz, as cinco semanas que Carpenter já passou na cadeia serão descontadas da pena e ele será libertado assim que cumprir metade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.