Problema em linha de trem afeta cerca de 40 mil pessoas em Porto Alegre

Cabo de aço desfiou parcialmente na estação São Leopoldo, interrompendo circulação em trecho

Priscila Trindade, estadão.com.br

21 de junho de 2011 | 13h24

SÃO PAULO - Cerca de 40 mil usuários foram prejudicados, na manhã desta terça-feira, 21, por um problema técnico na estação Farrapos que causou a paralisação parcial do trens que circulam na região metropolitana de Porto Alegre.

 

Segundo a Trensurb - companhia responsável pelos trens - o sistema foi normalizado as 9 horas. Ônibus das empresas Conorte e Carris realizaram o transporte entre as cinco estações afetadas (de Anchieta até a Estação Mercado). Devido ao problema, as composições circularam apenas entre as estações Anchieta e São Leopoldo, desde as 5 horas. Nesse período, a operação ocorreu com intervalos de 15 minutos entre os trens.

 

Em nota, a empresa destacou que houve "desfiamento parcial de um cabo de aço e o rompimento" de um equipamento que tensiona os cabos da rede aérea de energia. As causas do problema serão investigadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.