Problemas

Os efeitos dos remédios dependem do tempo de tratamento, de associação com álcool, outros medicamentos ou drogas, e de fatores como peso, altura e etnia. De acordo com os especialistas, o recomendável e um período de pelo menos seis horas entre a ingestão de um remédio e o ato de dirigir um carro. Confira os efeitos de cada medicação:Antidepressivos (para depressão e transtornos de ansiedade, por exemplo): perda de cognição e dificuldade de visãoAnalgésicos (usados comumente contra dores): sonolênciaAnsiolíticos e tranquilizantes (medicamentos usados para controlar a ansiedade, por exemplo): sonolência, redução dos reflexos e demora no tempo de reaçãoAntiepilépticos (usados em epilepsia e transtorno de déficit de atenção): sonolência e confusão mentalHipnóticos (usados para combater insônia e induzir anestesia): sonolênciaRelaxantes musculares (para cólicas, por exemplo): sonolência e reações lentasEstimulantes (também presentes em medicamentos para emagrecer): irritabilidade e sonoBroncodilatadores (para desobstruir as vias aéreas): taquicardia, tremores e convulsãoAntieméticos (para enjoos): sonolênciaHipoglicemiantes e insulina (usados no tratamento de diabetes): tremores e convulsãoNeurolépticos (para o tratamento de psicoses): redução dos reflexos, demora no tempo de reação, sedação e sonolência

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.