Problemas em computadores atrasam vôos em Curitiba

Problemas no centro de processamento dos sinais de radares do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta 2) em Curitiba provocou nesta sexta-feira, 20, somente no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais,região metropolitana de Curitiba, o atraso, entre pousos edecolagens, de 92 vôos entre as 9h30 e 18 horas. De acordo com a Infraero, o atraso estava sendo de aproximadamente 40 minutos. O problema atinge toda a região sul, que fica sobre o controle do Cindacta 2. Segundo o assessor de Comunicação Social do Departamentode Controle do Espaço Aéreo, coronel-aviador Paullo Esteves, o problema ocorreu nos computadores que fazem o processamento e distribuem os sinais recebidos dos radares para as telas dos controladores. "Como houve esse problema, passamos a operar de forma convencional", informou o coronel. A comunicação está sendo feita via rádio. "O controle é mais lento, mas absolutamente seguro", garantiu.De acordo com o assessor, um problema como esse nãoocorria havia 20 anos. Os técnicos estão trabalhando para tentar descobrir o que causou a disfunção no sistema de comunicação. O coronel disse que durante a madrugada, quando o tráfego aéreo diminui, o equipamento seria religado para fazer os testes. A expectativa é que a comunicação possa ser restabelecida no início da manhã deste sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.