Procon multa empresas aéreas por atrasos

O Procon de Guarulhos fez uma blitz no Aeroporto Internacional André Franco Montoro, mais conhecido como Cumbica, e multou sete empresas por atrasos superiores a duas horas - o órgão decidiu dar a tolerância com base nas normas do Departamento de Aviação Civil (DAC) que permitem este tempo.As companhias que registraram atrasos de 30 minutos a 2 horas foram notificadas e devem prestar explicações ao órgão. Das 60 partidas e chegadas, 31 atrasaram pelo menos 40 minutos. As multas aplicadas nas empresas autuadas serão calculadas a partir da quantidade de atrasos e do faturamento da companhia. O Procon estima que o valor chegue a uma média de R$ 300 mil. As empresas têm 90 dias para recorrer ou fazer o pagamento, caso contrário o valor será dobrado. Entre as empresas multadas estão a Tam, com nove atrasos; Varig, dez atrasos; Lufthansa, quatro atrasos; Air Canadá, com um atraso; Gol, com dois atrasos; Aerolineas Argentinas, com um atraso; e BRA, com um atraso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.