Procurador é assaltado na zona Sul de SP

Quando chegava em seu veículo à própria residência, na Rua Otávio Tarqüínio de Souza, no Campo Belo, zona Sul, na noite de quarta-feira, o procurador da Secretaria de Estado da Fazenda, Carlos Antonio Improta Julião, foi abordado por três marginais, dois dos quais chegaram em uma motocicleta. Depois de levá-lo para outra rua, no mesmo bairro, retiraram tudo o que tinha de valor o abandoram. A polícia considera que ele foi vítima de crime comum e afasta a possibilidade de que o tenham apanhado por causa de sua função pública.Os PMs que atenderam o caso contam que, mediante ameaça de revólver, os criminoso obrigaram o procurador a lhes entregar seu aparelho celular, cartões de crédito e bancários, talões de cheque, relógio, um cordão de ouro e sua carteira funcional. Bastante estressado Carlos Antonio preferiu não ir registrar queixa no 27º DP - Campo Belo, durante a noite, e só deverá fazê-lo hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.