Procurador investiga contratações em Mogi

O procurador de Justiça do Trabalho Marco Antônio Ribeiro Tura abriu inquérito civil contra o prefeito de Mogi das Cruzes (SP), Marco Aurélio Bertaiolli (DEM), por causa de supostas contratações irregulares de advogados como se fossem procuradores do município, apesar de terem sido reprovados em concurso público. Os contratados receberiam honorários e agiriam até em processos contra o município. A prefeitura informou que não mantém mais funcionários comissionados em cargo de procurador.

, O Estadao de S.Paulo

11 de setembro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.