Procuradora do Estado da BA é libertada de sequestro

Lorena Miranda Santos Barreiros e outros 3 familiares eram mantidos como reféns desde segunda, 8

Tiago Décimo, de O Estado de S. Paulo,

09 de março de 2010 | 16h49

A polícia baiana libertou, na madrugada de hoje (terça-feira), a procuradora do Estado da Bahia Lorena Miranda Santos Barreiros e três familiares de um sequestro, ocorrido na noite de segunda-feira, 8, em Salvador.

 

Lorena deixava uma festa no bairro Costa Azul junto com os parentes, por volta das 22 horas, quando foi abordada pelos criminosos. Outros participantes da comemoração presenciaram a cena e comunicaram a polícia.

 

Os reféns foram localizados, cerca de quatro horas depois, em um sítio no distrito de Mapele, município de Simões Filho, na região metropolitana, depois que os sequestradores pediram a outros familiares da procuradora o pagamento de R$ 7.600 como resgate e indicaram o ponto onde o valor deveria ser entregue, perto do local onde as vítimas eram mantidas.

 

Dois criminosos, Anderson Bispo e Venceslau dos Santos, ambos de 30 anos, foram presos em flagrante. Em depoimento informal aos policiais militares do Comando de Operações Especiais (COE), que efetuaram a prisão, eles teriam dito que não sabiam da função de Lorena e que haviam tentado assaltar um casal um pouco antes, também no Costa Azul, sem sucesso.

 

Eles estão detidos na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos, em Salvador, e vão responder por assalto e extorsão mediante sequestro.

Tudo o que sabemos sobre:
BahiaMapele

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.