Procuradoria pede estudo de área do Campo de Marte

O Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo entrou ontem com ação civil pública e pedido de liminar para que a Secretaria do Patrimônio da União (SPU) crie um Grupo de Trabalho Multidisciplinar para estudo da área da antiga Fazenda Sant''''Anna, que inclui o Campo de Marte, na zona norte da capital paulista. O grupo deverá, nos próximos meses, sistematizar dados sobre o local, para que se possa identificar na área da fazenda os terrenos pertencentes à União. De acordo com o MPF, há muitas ações de usucapião na Justiça referentes a imóveis no entorno e a falta de determinação sobre a área da fazenda prejudica a defesa do terreno.Na avaliação da procuradora da República Inês Virgínia Prado Soares, os "cercados" concedidos e as aquisições feitas nem sempre foram devidamente registrados nos inventários feitos pelos órgãos da União. E isso compromete a integridade do patrimônio público, especialmente devido à especulação imobiliária existente na área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.