Procuradoria vai apurar se Netinho violou lei

ESTADÃO.COM.BR

André Mascarenhas, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2010 | 00h00

A Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo protocolou um expediente para apurar se houve ou não violação da Lei Eleitoral pela campanha do candidato ao Senado pelo PC do B em São Paulo, Netinho de Paula.

Reportagem publicada ontem no Radar Político mostrou que o site do candidato estava oferecendo a participação em shows do cantor para eleitores que respondessem a um quiz sobre sua vida, conduta que pode configurar crime eleitoral. Após a assessoria de Netinho ser contatada, o site da campanha saiu do ar.

De acordo com a Procuradoria, o texto publicado ontem no Estado serviu de base para o pedido de averiguação. Netinho informou, por meio de sua assessoria, que não vai se pronunciar.

Segundo o diretor de comunicação da campanha, Antonio Pinto, a ideia de premiar o vencedor do quiz não foi do candidato, mas dos responsáveis pelo site.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.