Professor arremessa apagador contra aluna durante aula em escola no Rio

Menina ficou com marca no rosto e caso foi encaminhado para delegacia; Secretaria Municipal de Educação instaurou sindicância

Priscila Trindade, da Central de Notícias

18 de março de 2010 | 16h57

O professor de geografia Marcelo de Souza Leite, de 43 anos, jogou na manhã de quarta-feira, 17, um apagador contra o rosto de uma aluna de 11 anos na Escola Municipal Cuba, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio.

 

O caso foi encaminhado ao 37º Distrito Policial, na Ilha do Governador. Ainda ontem, professor e aluna prestaram depoimento. Na ocasião, o professor disse que atirou o objeto em função da bagunça na sala de aula. A menina ficou com uma marca vermelha no rosto e procurou a diretoria da escola.

 

A Secretaria Municipal de Educação informou em nota que "considera inaceitáveis atitudes como esta". De acordo com o órgão, a Coordenadoria de Educação da região instaurou sindicância para apurar os fatos.

 

Dentro de 60 dias, a secretaria irá se manifestar sobre possíveis medidas cabíveis, que vão de uma advertência a demissão.

Tudo o que sabemos sobre:
Rioeducação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.