Professor é acusado pela morte de aluno afogado

O estudante Pedro Ferreira dos Santos, de 20 anos, morreu afogado hoje na raia olímpica da Universidade de São Paulo (USP), na zona oeste da capital paulista, quando treinava remo no Centro Poliesportivo. O instrutor Ricardo Linares Pereira, de 51 anos, foi detido e acusado de negligência no acidente.O afogamento aconteceu às 8 horas quando estavam no local só Santos e outro universitário, Paulo Alexandre Bressan, de 29 anos, que tentou salvar o colega.Bressan percebeu que Santos debatia-se na água e aproximou-se com seu barco, mas o universitário afundou e não subiu mais. "Pulei, mas não consegui encontrá-lo porque a água é turva," afirmou.Segundo o delegado plantonista do 93º Distrito Policial Fábio Pinheiro Lopes, a vítima não usava colete salva-vidas mesmo não sabendo nadar. "Ele estava a três metros da margem e a um do barco," explicou.O delegado entendeu que houve negligência de Pereira e indiciou o instrutor por homicídio culposo (sem intenção). "Ele (Santos) não tinha feito curso de remo e o professor tinha de acompanhar o aluno ou exigir que ele usasse colete," argumentou Lopes.O delegado estabeleceu fiança de R$ 600,00 para Pereira deixar do DP. O instrutor não quis comentar o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.