Professor é condenado a 68 anos de prisão

O professor de Educação Física Márcio Leandro de Souza, de 31 anos, foi condenado a 68 anos de prisão por abuso sexual contra oito alunos e ex-alunos de escolinhas de futebol de salão das cidades de Mairinque e Alumínio, na região de Sorocaba. A sentença, divulgada ontem, foi dada pela juíza da Vara da Infância e da Juventude de Mairinque, Camila Girogetti. Os crimes de pedofilia - os meninos tinham entre 8 e 12 anos - foram praticados entre o fim de 2007 e o primeiro semestre de 2008. O réu vai entrar com recurso.A primeira denúncia ocorreu em Alumínio, onde o acusado trabalhava numa escolinha da prefeitura. A mãe de uma criança de 8 anos procurou a Polícia Civil. Souza negou a denúncia, mas outras mães procuraram a polícia. Ele foi demitido da função. Logo surgiram denúncias em Mairinque.Os policiais encontraram na casa do acusado fotos e filmes dele com os alunos. Num dos filmes, aparece abusando sexualmente de dois meninos. O filme tinha sido apagado, mas peritos recuperaram as imagens. Ele teve a prisão temporária decretada. A juíza negou o pedido do réu para ficar em liberdade até o julgamento do recurso. Desde 2008, Souza está detido numa cadeia da região.

José Maria Tomazela, SOROCABA, O Estadao de S.Paulo

19 de junho de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.