Professor universitário é espancado e morto em Franca

O professor universitário Nelson dos Santos Damasceno, de 36 anos, da Faculdade de Letras daUniversidade de Franca (Unifran), foi encontrado morto, na manhã deste domingo, em sua casa, no Jardim São Francisco, em Franca, a 400 quilômetros de São Paulo. Segundo a polícia, ele foi espancado e morto a facadas.De acordo com a polícia, o professor levava uma vida tranqüila, morava sozinho e não há informações de que tivesse envolvimento com qualquer atividade ilícita. Vários objetos dacasa, cartões de crédito e bancários foram roubados.No domingo, a polícia encontrou o carro do professor, um Logus verde, placas BCO-9053, no Jardim Palma, próximo à sua casa. Dentro dele havia duas garrafas de vinho, grande quantidade de sangue e pedaços de xaxim. Pela documentação do carro, a polícia chegou ao endereço de Damasceno.O corpo estava amarrado a uma cadeira da sala. A polícia acredita que a vítima foi atacada no momento em que descia do carro, golpeada com um vaso de samambaia. Damasceno teriareagido. Pela violência, pelo menos duas pessoas teriam praticado o crime.O delegado Wanir Silveira Júnior disse nesta segunda-feira que havia pouco sangue no local onde estava o corpo. Pelo tamanho do corteno pescoço a suspeita é de que a morte tenha ocorrido em outro lugar, não na cadeira. A polícia encontrou marcas de sangue emoutros cômodos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.