AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Professor universitário é morto a facadas em Tocantins

Suspeito de matar a vítima fugiu e até o momento não foi localizada, diz Polícia Militar

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

06 de janeiro de 2012 | 15h16

SÃO PAULO - Um professor da Universidade Federal do Tocantins (UFT) foi assassinado a facadas na madrugada desta quinta-feira, 5, em Tocantinópolis.

Cleides Antonio Amorim, de 42 anos, foi morto após uma discussão em um bar. De acordo com a Polícia Militar, o agressor teria chamado Amorim e outras pessoas que estavam na mesma mesa que a vítima de "viados".

O professor foi atacadoa quando deixou o estabelecimento. Ele foi socorrido e lavado para um hospital da região, mas não resistiu. O suspeito fugiu e ainda não foi localizado.

Amorim era professor assistente e coordenador do curso de Ciências Sociais. A UFT decretou luto oficial de três dias por meio da Portaria nº 11 de 5 de janeiro. O sepultamento será realizado às 10 horas deste sábado, 7, no cemitério municipal de Aparecida de Goiânia, em Goiás.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.