Professor universitário é preso suspeito de matar a mulher no Rio

Ao ser detido, homem disse que mulher tinha se suicidado, mas perícia descartou hipótese

Priscila Trindade, Central de Notícias

29 Outubro 2010 | 10h19

SÃO PAULO - O professor universitário de Direito, Paulo Antônio Nevares Alves, de 38 anos, foi preso na madrugada desta quinta-feira, 28, suspeito de matar a esposa, no Andaraí, zona norte do Rio de Janeiro.

 

Monique de Azevedo Fernandes, de 29 anos, foi baleada na cabeça dentro da residência do casal, na Rua Botucatu. A vítima foi levada para o Hospital do Andaraí, mas não resistiu ao ferimento.

 

Inicialmente, Antônio alegou que a mulher havia se suicidado, mas essa hipótese foi descartada após a perícia do Instituto Carlos Éboli (ICCE) analisar o local. Na casa os policiais apreenderam duas armas, sendo um revólver e uma pistola calibre 380.

 

O professor foi levado para a Delegacia de Homicídios (DH) da Barra da Tijuca, na zona oeste, onde o caso será investigado.

Mais conteúdo sobre:
crime assassinato prisão professor Rio Andaraí

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.