Reprodução
Reprodução

Professora é afastada após segurar criança do lado de fora da janela

Ela alegou que a aluna de 4 anos estava agitada e a intenção foi acalmá-la ajudando a pegar um objeto

Rene Moreira, Especial para O Estado

28 de março de 2016 | 16h43

A prefeitura de Boa Esperança, no sul de Minas Gerais, afastou das funções a professora que foi fotografada segurando uma aluna do lado de fora da janela da escola. Na imagem, ela segura a criança pelas mãos dependurada no segundo andar do prédio.

A decisão de afastar a docente foi tomada nesta segunda-feira, 28, pela Secretaria de Educação, após reunião com o Conselho Tutelar. O caso é objeto de sindicância interna na administração municipal e também foi alvo de denúncia à Polícia Civil por parte da família da garota.

A foto foi feita por uma tia da menina na quarta-feira, 23, quando ela passava por uma rua perto do colégio. Segundo a secretária de Educação Adriana Reis Lima, a docente ficará fora do cargo até que exista um parecer final sobre o processo interno que foi aberto e deve ser encerrado em abril.

Explicação. A criança mora com os tios, que foram ouvidos nesta segunda, assim como a professora. Ela alegou que a menina estava agitada por causa de uma garrafa de plástico caída do lado de fora da janela. Sua intenção ao dependurar a menina, que foi segurada pelas mãos, seria acalmá-la.

A docente, que não teve o nome revelado, tem 25 anos de idade. A família da criança contou que pretende transferi-la para outra escola.

Tudo o que sabemos sobre:
Minas GeraisPolícia Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.