Professora é assassinada em tentativa de assalto

Professora é assassinada em tentativa de assalto

Depois de baleada, ela foi jogada para fora do próprio carro; um dos ladrões acabou preso

Bruno Lupion, da Central de Notícias,

13 de abril de 2010 | 06h12

Uma professora de 32 anos foi assassinada na noite de segunda-feira, 12, dentro de seu carro, por volta das 20h15, durante uma tentativa de assalto em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo. Um dos criminosos foi preso em flagrante e outro conseguiu fugir.

 

Luciana Azevedo Pompermayer, 31 anos, havia feito compras em uma loja de departamentos e dava a partida em seu carro, um Gol vermelho estacionado na Rua Rio Branco, 229, quando foi abordada por dois assaltantes, segundo a polícia.

 

Não se sabe se ela reagiu, mas um dos criminosos atirou e Luciana foi atingida na cabeça. A dupla jogou Luciana para fora do carro, porém não conseguiu dar a partida e fugiu a pé.

 

Testemunhas chamaram a polícia e Jorge Maicon Pereira da Silva foi preso a 300 metros do local do crime, após breve perseguição. Ele atribuiu o disparo ao seu parceiro, que está foragido.

Mais conteúdo sobre:
latrocínioABCprofessora

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.