Professora é morta a facadas na escola por ex-namorado

Por não aceitar reatar o namoro com Edvan Almeida Santos, a professora de português Bárbara Andréa Brito do Carmo, de 34 anos, foi morta a facadas hoje no município de Simões Filho, na região metropolitana da capital baiana. Após esfaquear Bárbara, Santos tentou se matar com a mesma arma. Ele está internado no hospital em estado grave.O crime chocou os alunos e funcionários do Centro Comunitário Cristo Rei de Simões Filho onde Bárbara lecionava. Ela estava dando aula quando recebeu o recado que alguém a procurava no portão do centro comunitário. Era Santos com uma caixa de bombons na mão e um pedido de reconciliação. Bárbara não aceitou e os dois passaram a discutir até que Santos esfaqueou a professora várias vezes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.