Professores da rede municipal do Rio decidem pelo fim da greve

Paralisação durou dois meses e meio; decisão foi apertada, com menos de 200 votos de diferença

Clarissa Thomé, O Estado de S. Paulo

25 Outubro 2013 | 19h57

RIO - Em decisão apertada, com menos de 200 votos de diferença, professores da rede municipal decidiram pelo fim da greve iniciada em 8 de agosto nesta sexta-feira, 25. Foram necessárias duas votações para definir os rumos do movimento grevista. Na primeira, não foi possível definir pelo contraste de braços erguidos. Os professores, então, contaram os votos um a um: o placar ficou em 1.085 a 888.

A assembleia foi marcada por tensão - chegou a haver agressão a uma mulher e três homens foram expulsos do Clube Municipal sob acusação de serem "infiltrados". Na quinta-feira, 24, professores da rede estadual já havia decidido terminar a greve.

Mais conteúdo sobre:
professores rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.