Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Professores do Rio fazem protesto perto do governo estadual

PM faz um cordão de isolamento com uma coluna de policiais munidos de escudos e cassetetes

Adriano Barcelos, O Estado de S. Paulo

10 Outubro 2013 | 15h54

RIO - Depois de uma passeata e de um ato no Largo do Machado, na zona sul do Rio, professores das redes estadual, municipal e da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), em greve há mais de dois meses, estão protestando nas proximidades do Palácio Guanabara, sede do governo estadual.

Um cordão de isolamento, com uma coluna de policiais militares munidos de escudos e cassetetes, está contendo os manifestantes na Rua Pinheiro Machado, altura da Rua Alvaro Chaves, nas imediações do clube Fluminense.

Eles insistem em prosseguir e se aproximaram da linha dos PMs, causando tensão. O grupo está parado no bairro de Laranjeiras há uma hora e vinte minutos. A direção do Sindicato dos Profissionais de Educação (Sepe) tenta fazer com que uma comissão seja recebida pelo governo Sérgio Cabral (PMDB), mas até o momento o governador não sinalizou se irá atender o pedido. O policiamento no local está sendo reforçado pela PM, e os professores ameaçam permanecer no local.

Mais conteúdo sobre:
professores protesto rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.