Professores do RJ decidem manter greve que já dura mais de dois meses

Categoria prepara novo protesto nesta terça-feira entre a igreja da Candelária e a Cinelândia

Adriano Barcelos, O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2013 | 13h54

Atualizada às 15h15

Professores da rede municipal do Rio, paralisados há mais de 60 dias, resolveram em assembleia realizada na manhã desta terça-feira, 15, manter a greve.

No encontro realizado na Tijuca foi discutida também uma proposta de suspensão da paralisação por três dias, para trazer de volta o prefeito Eduardo Paes (PMDB) à mesa de negociação - mas a continuidade da greve foi aprovada por maioria.

Na tarde desta terça, os professores projetam cem mil pessoas em uma passeata entre a igreja da Candelária e a Cinelândia, em nova manifestação em defesa da educação.

Mais conteúdo sobre:
Protestos Professores Rio de Janeiro RJ greve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.