Projeto pode aumentar conta de água do paulistano

A liderança do governo na Câmara Municipal pretende aprovar na próxima semana o projeto que regulamenta o serviço de água e esgoto da cidade e deve aumentar a conta da população. Além de estabelecer custo pela concessão do serviço, o projeto permite a ingerência administrativa e técnica nas decisões da Sabesp, que hoje é a responsável pelo saneamento da capital. Representantes do governo continuam dizendo que a tendência é que a conta de água diminua. Segundo o diretor de Produção e Tecnologia da empresa, Antônio Marcilia Neto, com o projeto aprovado, o contribuinte vai pagar mais. ?Além de prever outorga onerosa pela concessão do sistema, o projeto também estabelece a criação de um agência reguladora e uma taxa de fiscalização. Esses gastos vão ser repassados ao consumidor. A empresa não tem como absorvê-los?, afirma Marcilia Neto.

Agencia Estado,

10 Junho 2003 | 22h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.