Projeto prevê vagas para carros

Falta de local para estacionar o carro é uma das principais queixas dos frequentadores da Rua Santa Ifigênia. A insegurança nas ruas vizinhas ainda preocupa quem vai ali a lazer ou trabalha no centro. "Quando a noite cai não dá para andar por aqui de tanta gente pedindo dinheiro ou dormindo nas calçadas. O mau cheiro é terrível", diz o auxiliar administrativo Ricardo Amorim, que trabalha em um escritório próximo da Praça Alfredo Issa.O problema do estacionamento, velho conhecido dos comerciantes da região - as poucas vagas na rua ficam, às vezes, tomadas por vendedores ambulantes ou funcionam por Zona Azul -, será contemplado no projeto de reforma com a criação de bolsões em vias vizinhas. "Existem muitos terrenos e, futuramente, poderemos criar um sistema de transporte coletivo com paradas ao longo da rua", diz o arquiteto Márcio Lupion. Em março, a Prefeitura deve conceder termos de benefícios fiscais a 16 das 23 empresas selecionadas há um ano para se instalarem na região da Nova Luz. Hoje, apenas duas estão em funcionamento. O Executivo também finaliza um projeto a ser enviado à Câmara prevendo a transferência à iniciativa privada, por licitação, da prerrogativa de fazer desapropriações e negociar terrenos - a chamada concessão urbanística.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.