Projeto propõe metas para redução de gases

Se para investir em transporte de trilhos a Prefeitura pretende arrecadar recursos junto ao setor imobiliário, para melhorar o fluxo de carros e ônibus nos 17 mil quilômetros de malha viária na cidade a revisão do Plano Diretor pretende priorizar o investimento e a reorganização de 1,5 mil quilômetros das principais vias de São Paulo. A intenção é criar uma logística em torno de quatro grandes anéis viários para evitar a sobrecarga de carros e ônibus nas regiões mais centrais. Para isso, serão feitos investimentos na sinalização e gerenciamento desses quatro anéis, formados basicamente por vias já existentes, como semáforos inteligentes e indicações que permitam ao motorista usar caminhos que acabam sendo subutilizados por falta de estrutura e informação. Na questão ambiental, a revisão do Plano Diretor prevê também o estabelecimento para a cidade de metas para a redução de monóxido de carbono e de gases tóxicos para indústrias e transportes, propondo incentivos e prêmios para empresas que mostrarem avanços nesses índices. A área de saúde e educação vai continuar sendo regulada por legislações próprias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.