Promotor critica trocas na inspeção

O promotor do Meio Ambiente da capital José Eduardo Ismael Lutti criticou ontem a liberação da inspeção ambiental dos veículos que circulam fora da Grande São Paulo e também fez críticas à forma como vem sendo conduzida a implementação do programa. Lutti é o promotor que está à frente do inquérito civil público que acompanha a eficácia do programa. "Se o governo ceder a cada pressão, vai chegar um momento que só aquele que anda corretamente é que vai pagar o pato", disse. A decisão de liberar os veículos que rodam fora da Grande São Paulo teria sido tomada após pressão de empresas que atuam em outras regiões com frota registrada na capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.