Promotor que investiga acidente no PI é roubado

O promotor do município de Cocal da Estação (PI), Mauricio Gomes, teve sua casa em Parnaíba arrombada no fim de semana. Foram levados documentos e um notebook. Eletroeletrônicos, joias e outros objetos de valor ficaram na casa. Gomes disse estranhar o fato, mas garantiu que a perda dos papéis não atrapalha as investigações sobre o rompimento da Barragem Algodões I, em Cocal da Estação, acidente ocorrido em 27 de maio. A enxurrada matou oito pessoas e deixou 2.369 desabrigados. No último dia 1º, o Ministério Público Estadual pediu abertura de inquérito policial para apurar se houve homicídio culposo ou qualificado. Gomes não quis apontar quem seriam os responsabilizados, mas revelou que todos os envolvidos serão indiciados. A Polícia Federal abriu investigações.Sobre o assalto, o procurador disse que "causa estranheza esse tipo de ação". "Levaram a bolsa padrão que utilizamos no Ministério Público. Felizmente, os autos, os depoimentos que subsidiam o processo sobre a situação de Cocal, não estavam em minha casa. Ficaram na promotoria", informou o promotor. "Os procedimentos estão preservados", disse Gomes.No inicio do mês o promotor enviou oficio ao Ministério Público, à PF e ao Conselho Nacional do Ministério Público pedindo auxílio para os trabalhos e alegando que se sentia cerceado no exercício de sua função.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.