Propaganda do PT terá 7,5 minutos a menos em 2011

O Tribunal Superior Eleitoral puniu ontem o PT por ter usado espaço destinado à propaganda partidária para promover a imagem de Dilma Rousseff ao Planalto. De acordo com a decisão, o PT perderá o direito de veicular 7 minutos e meio de inserções no primeiro semestre de 2011.

Mariângela Gallucci, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2010 | 00h00

O TSE concluiu que, apesar de as inserções questionadas pelo PSDB não terem apresentado pedido explícito de votos para Dilma, a propaganda tinha mensagem de cunho eleitoral, elogios à administração do presidente Lula e sugestão de continuidade de seu governo.

O presidente e sua candidata se livraram ontem de outra punição do TSE. O ministro Joelson Dias rejeitou pedido do Ministério Público Eleitoral, que viu propaganda antecipada no lançamento do navio da Transpetro, em maio./

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.