Proposta de mudança foi engavetada

PARA LEMBRAR

, O Estado de S.Paulo

18 de julho de 2010 | 00h00

Repousa nas gavetas do Senado a proposta que muda regras da suplência de senador. Em 9 de abril de 2008, a CCJ aprovou emenda constitucional que veta indicação de parentes e prevê que, em caso de vacância do titular, o suplente assume até que novo senador vença a eleição mais próxima, incluindo a municipal. Parou por aí. O projeto, relatado por Demostenes Torres (DEM-GO), aparece como o item 89 da pauta da Casa, sem previsão de votação. Segundo o texto, são vedadas indicações de cônjuge, parente consanguíneo ou afim, até o segundo grau.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.