Prorrogada prisão de assaltantes que agiam no centro de SP

O delegado titular do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Seccional do Centro, Fernando Pires, pediu nesta terça-feira a prorrogação da prisão temporária dos sete suspeitos que roubavam carteiras de pedestres no centro da capital. As vítimas estão sendo convocadas para reconhecer os assaltantes. O delegado ressaltou que sete pessoas foram presas, não nove, conforme informações iniciais. Dentro de cinco dias o inquérito deve ser concluído.A prisão dos suspeitos ocorreu na tarde da última quinta-feira, 9. Três dos detidos eram procurados pela Justiça e faziam uso de documentação falsa para evitar o reconhecimento. Com eles foram encontrados dólares e notas de R$ 50. Segundo a polícia, os sete formariam apenas uma das quatro quadrilhas que agem na região central de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.