Prorrogado o prazo para cadastramento do Bilhete Único

A Secretaria Municipal de Transportes e a SPTrans prorrogaram para 18 março a data de implantação da medida em que apenas os bilhetes únicos cadastrados ou previamente carregados serão validados dentro dos ônibus para utilização das quatro integrações gratuitas pelo período de duas horas. A medida entraria em vigor neste sábado, 11.Os usuários estão enfrentando problemas para efetuar o cadastro via internet, no site da SPTrans. Segundo a empresa, o elevado número de acessos gerou problemas no sistema de cadastro. Segundo a SPTrans, a empresa responsável pelo site está tentando resolver o problema, mas ainda não há previsão de quando o serviço será normalizado. A orientação é que os passageiros tentem o acesso do site fora do horário comercial ou façam o cadastro pessoalmente em um dos 22 terminais e 16 postos da SPTrans espalhados pela cidade. Para isso, basta levar RG e CPF aos locais de cadastro, 24 horas de domingo a domingo nos terminais e de segunda a sexta-feira em horário comercial nos postos de atendimento. Os endereços encontram-se no site da SPTrans.Porém, nos postos da SPTrans o cadastro não é menos complicado. Após ficar duas horas na fila do posto da Praça da Sé, na tarde desta quinta, a auxiliar de limpeza Geralda Gomes Jesus Santos, de 55 anos, reclamou do atendimento. "É um absurdo. Em todos os postos está sim". Geralda, que ainda estava no meio da fila ao conversar com a reportagem do JT, disse que ontem tentou fazer o cadastro nos postos da Avenida Armando de Arruda Pereira, perto da estação de metrô Conceição, e no Terminal Parque Dom Pedro. "A fila sumia de visita", disse. Ela desistiu e hoje voltou ao posto da Sé, onde já havia tentado enfrentar a fila na terça-feira. Cadastro não é obrigatórioO cadastramento é permanente, mas não obrigatório. Quem não se cadastrar, somente poderá fazer as integrações gratuitas se o bilhete estiver previamente carregado. Os cobradores não poderão validar os cartões não cadastrados.Apenas os passageiros que usam o bilhete comum sem crédito devem se cadastrar. Os cartões do vale-transporte, do idoso, dos estudantes e dos portadores de necessidades especiais não precisam fazer o cadastramento, pois já estão registrados no sistema da SPTrans.O novo cartão, com nome e RG impresso, ficará pronto 90 dias após o cadastramento, mas quem entregar os dados nos postos da SPTrans ou preencher o formulário pela internet pode continuar usando o antigo normalmente. Basta fazer uma recarga - pelo menos dois dias após o preenchimento online ou uma semana após a entrega do cadastro em papel - para que o sistema o reconheça como usuário autorizado.Para o usuário, a vantagem do novo sistema vai ser a possibilidade de cancelar o cartão em caso de perda e, assim, recuperar os créditos. Para a SPTrans, a vantagem será invalidar milhões de cartões que hoje circulam, dando margem as fraudes. A Grande São Paulo tem 1 milhão de passageiros que utilizam o bilhete único e já foram emitidos cerca de 8 milhões de cartões.De acordo com balanço de ontem, 900 mil pessoas já cadastraram seus bilhetes. A expectativa é que esse número passe de 1 milhão hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.