Prorrogado o prazo para parcelar IPTU atrasado

A Secretaria Municipal de Finanças decidiu, na noite de sexta-feira prorrogar por mais 60 dias o prazo para que paulistanos que têm dívidas com a Prefeitura anteriores a 31 de dezembro de 2004 possam fazer a inscrição no Programa de Parcelamento Incentivado (PPI). Agora, os contribuintes com débitos de IPTU, ISS, taxas e multas (exceto as de trânsito) terão até o dia 29 de agosto para aderirem ao PPI.O prazo se encerraria na sexta-feira mas a decisão de prorrogá-lo foi tomada, segundo a Secretaria, por causa da alta procura registrada nos últimos dias. Segundo a Secretaria de Finanças, até aquele dia mais de 86 mil contribuintes devedores já haviam formalizado parcelamentos da ordem de R$ 755,2 milhões. Outros 24.500 devedores aderiram ao PPI por meio da Internet, num montante de parcelamentos de aproximadamente R$ 571,4 milhões. Só em relação a IPTUs em atraso foram parcelados mais de R$ 193 milhões (62 mil adesões).Os interessados podem aderir ao programa mesmo que ainda tenham dívidas em aberto referentes aos anos de 2005 ou 2006. As dívidas podem ser parceladas, dependendo do tipo e do valor, em prazos de até 10 anos, com pagamentos mensais corrigidos.Quem ainda não aderiu e quer aproveitar a prorrogação do prazo deve acessar o site da secretaria (no endereço www.prefeitura.sp.gov.br/ppi). A adesão ao PPI não é obrigatória, mas o programa dá a vantagem de descontos nas dívidas. Se tiver mais de uma pendência com a Prefeitura, o devedor pode escolher qual ou quais quer parcelar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.