Protesto contra hidrelétrica pára o trânsito na Régis

Cerca de mil manifestantes bloquearam neste sábado, 24, a pista norte, sentido Curitiba - São Paulo, da Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), em protesto contra o projeto de construção de uma hidrelétrica no Rio Ribeira de Iguape. O bloqueio, de 30 minutos, ocorreu no km 478, altura de Jacupiranga, e causou um congestionamento de 3 quilômetros na rodovia. Às 11h25, o tráfego foi liberado, mas permanecia lento no trecho às 13 horas. O protesto, organizado pelo Movimento dos Atingidos por Barragens (Moab), começou com uma marcha de 10 quilômetros pela rodovia, a partir do trevo de Cajati. Portando faixas e cartazes, os manifestantes ocuparam uma pista e o acostamento da rodovia. O trânsito passou a fluir pela faixa remanescente, mas houve congestionamento. Depois do bloqueio da rodovia, os manifestantes se concentraram na praça central de Jacupiranga. O grupo, integrado por ambientalistas, é contra o projeto da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) de construir uma hidrelétrica no Ribeira. O projeto está em processo de licenciamento no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Agencia Estado,

24 de março de 2007 | 13h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.