Protesto de policiais em aeroporto do Rio surpreende turistas

Turistas que desembarcaram no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro foram surpreendidos por uma manifestação da Polícia Civil. Com faixas e panfletos, os policiais avisavam que eles não tem estrutura ou estímulo para trabalhar. O ato assustou os turistas mais desavisados. "Meus amigos já não querem vir por medo da insegurança", comentou o suíço Pascale Reneuvier. Já o alemão Dieter Doell, 40 anos, disse que a luta por melhores condições de salário é importante. "Com salários melhores, é mais difícil aceitar suborno. Talvez o turista normal fique assustado. Quando chega, parece que a cidade está caindo aos pedaços, abandonada", disse Doell, que vem ao Rio há vinte anos, e é casado com uma brasileira. Os policiais pedem o reescalonamento da categoria que levará ao reajuste de 60% nos salários. Eles prometem fazer protestos semelhantes no Cais do Porto e no Sambódromo. "Nossa intenção não é afastar o turismo. Mas não restou outra alternativa. Talvez pressionando o setor turístico, eles tenham mais força política para interceder por nós", disse o presidente do Sindicato dos Policiais Civis, Fernando Bandeira. O salário médio de um policial é de R$ 1.100, incluindo gratificações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.