Protesto prejudica 95 mil passageiros ônibus em SP

Pelo menos 95 mil passageiros de ônibus serão prejudicados até às 11h de hoje, horário em que o corpo do fiscal Fábio Santos Borges, 30 anos, funcionário da Viação Transkuba, será enterrado no Cemitério de Santo Amaro, zona Sul da capital. Os 985 motoristas e cobradores de ônibus da Transkuba, que operam 16 linhas com 188 carros, fazem protesto pelo assassinato do colega, ocorrida às 23h de anteontem, na Rua Raimunda Franklin de Mello, no Parque Santo Antonio, zona Sul. Borges foi morto por dois bandidos no ponto final do ônibus da linha 675-A (Pq. Sto.Antonio - Metrô São Judas). Segundo testemunhas, dois homens armados invadiram o ônibus, que já estava estacionado, e foram direto para a catraca, atrás de dinheiro. No momento em que desciam do coletivo, assustaram-se com o fiscal que saía da cabine. Borges foi baleado e morreu a caminho do Pronto-socorro Municipal do Campo Limpo, onde morreu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.