Provas de concurso público são anuladas em Campinas

A prefeitura e a empresa Conesul anularam as provas do concurso público de Campinas aplicadas no final de semana passado. A decisão foi tomada depois que o juiz Fernando Antônio Tasso, da 10ª Vara Cível do Fórum de Campinas, concedeu uma liminar a um candidato determinando a suspensão dos efeitos do teste. Uma nova data será marcada, conforme informou a Secretaria Municipal de Recursos Humanos.Durante a aplicação das provas, os candidatos foram orientados a se identificar com o nome completo nas provas dissertativas, contrariando lei municipal que exige preservação total da identidade. Após denúncia de vários candidatos, a prefeitura optou por cancelar apenas as provas dissertativas e manter as objetivas. Mas após a decisão judicial, a Secretaria informou que todas as provas seriam anuladas e refeitas. De acordo com a Secretaria, foram protocolados mais de 300 recursos junto à empresa questionando também o conteúdo das provas, o que contribuiu para a decisão de reaplicá-las. Dos cerca de 96 mil inscritos, perto de 74 mil candidatos fizeram o teste no final de semana passado. Eles concorrem a 542 vagas em 116 cargos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.