PSDB quer inquérito do Ministério Público sobre pesquisa Sensus

Os advogados do PSDB entrarão amanhã com uma representação no Ministério Público Eleitoral pedindo a abertura de inquérito para investigar a última pesquisa feita pelo Instituto Sensus, que apontou empate técnico entre os pré-candidatos José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT).

Julia Duailibi, O Estado de S.Paulo

21 de abril de 2010 | 00h00

A representação tem como base conclusão de auditoria em dados da pesquisa feita no dia 16 por técnicos ligados ao partido. Segundo o PSDB, há indícios de irregularidades na condução das entrevistas. Pela codificação apresentada, diz o partido, foram realizadas 15 entrevistas em São Paulo e 120 em Uberlândia, erro que se repetiria com as demais cidades.

O Sensus alega ter aberto todos os dados para fiscalização e diz que não há nenhuma irregularidade. O Estado não localizou o diretor Ricardo Guedes para comentar o assunto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.