PT decide amanhã se expulsa vereador "rebelde"

Integrantes do diretório municipal do PT decidem amanhã o destino do vereador Carlos Giannazi dentro do partido. O relatório da Comissão de Ética recomendou a expulsão do parlamentar, que votou contra as modificações propostas pela Prefeitura para os investimentos em educação. A decisão não só reacendeu a polêmica, um assunto constrangedor para a legenda, como expôs para fora do partido a cisão em torno das atitudes do Executivo paulistano. Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.