PT entra com representação no TSE contra PSDB

O PT entrou com representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o PSDB alegando desvio de finalidade da propaganda partidária de 20 minutos veiculada no dia 29 de maio, em cadeia estadual de TV, em São Paulo. Os petistas argumentam que os tucanos teriam usado o programa para fazer promoção pessoal de Geraldo Alckmin e José Serra, o que caracterizou propaganda eleitoral antecipada, pois ambos são candidatos no pleito de outubro.O PT sustenta ainda que foi alvo de críticas inseridas em pequenos comentários ao longo de todo o programa, com o objetivo de incutir na cabeça dos telespectadores mensagem negativa sobre o partido. Diante disso, os petistas querem que o TSE aplique contra o PSDB a Lei 9.096/95 (lei dos partidos políticos), que teria desrespeitado a finalidade da propaganda partidária gratuita. A pena é a cassação da transmissão dos programas que o partido teria direito no semestre seguinte ao julgamento da representação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.