PT quer mostrar que Lula é o alvo de Serra

Ao assumir o comando da blindagem de Dilma Rousseff no episódio das violações de sigilo fiscal e aumentar os ataques ao PSDB, o presidente Lula quer passar a ideia de que é ele, e não a candidata, o verdadeiro alvo dos ataques de José Serra. A expectativa dos petistas é que Lula ajude a aumentar a rejeição a Serra, colando no tucano a imagem de inimigo do presidente e, portanto, da população que aprova o governo. É a antítese da estratégia do PSDB de insistir no confronto com Dilma e não com Lula. "O Serra está atacando de forma sorrateira o Lula, a biografia do Lula, o governo e a campanha da Dilma. A resposta é firme, mas não agressiva", diz o líder do governo na Câmara, o petista Cândido Vaccarezza (foto). Do lado tucano, o discurso para a reta final, construído com base em pesquisas qualitativas, é que ninguém, nem Lula, conhece a biografia de Dilma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.