PT trabalha contra tese da divisão entre ricos e pobres

Por causa da diminuição nas intenções de voto em Dilma Rousseff no eleitorado de mais alta renda e escolaridade, a campanha da petista está preocupada em evitar a disseminação da ideia de que a candidata se sustenta na população pobre, especialmente do Nordeste, que não se importou com as denúncias que derrubaram a ex-chefe da Casa Civil Erenice Guerra. "Não vamos entrar no clima de divisão que eles querem. Dilma vai bem em todas as faixas do eleitorado", diz um ministro petista. Já o PSDB está voltado para o discurso de que Serra, se eleito, governará para o País inteiro e não se preocupará apenas com São Paulo, como sustentam os adversários. Marina Silva (PV) aposta na subida, principalmente nas capitais, com a tese de que a política não é exclusividade de PT, PSDB e seus aliados.

, O Estado de S.Paulo

25 Setembro 2010 | 00h00

BRASIL2

O medo de ficar de fora

Nas contas sobre o tamanho das bancadas na Câmara a partir de 2011, três Estados preocupam o PMDB, justamente os maiores colégios eleitorais. O partido teme perder vagas em São Paulo, por causa do fenômeno Tiririca (PR); no Rio, pela anunciada votação recorde do ex-governador Anthony Garotinho (PR), e em Minas Gerais, em consequência das dificuldades do candidato ao governo Hélio Costa diante da subida do tucano Antonio Anastasia. Mesmo se o PT conquistar a maior bancada, o PMDB reivindicará a presidência da Câmara no primeiro biênio. Mas deixará a briga para depois da eleição.

SÃO PAULO

Mensagem aos companheiros

Bem ao estilo Lula de falar com velhos amigos, o presidente recomendou que a campanha de Aloizio Mercadante (PT) reunisse prefeitos da região metropolitana, o que aconteceu na última quinta-feira. Em uma versão mais amena, o recado de Lula é que os líderes municipais "levantem da cadeira" e se empenhem na tentativa de levar a disputa com o tucano Geraldo Alckmin ao segundo turno. Além do comício com Dilma no dia 27, na capital, Lula participará do encerramento da campanha, dia 30, em São Bernardo, ao lado de Mercadante. Dilma estará no Rio para o debate da TV Globo.

PARANÁ

Altos e baixos

Em ascensão nas pesquisas, Osmar Dias (PDT) passou por uma pequena cirurgia no supercílio esquerdo, depois de uma queda. Não perdeu o bom humor: "Muita chuva, um escorregão e 12 pontos. Na cabeça e na pesquisa."

RIO

Personagens desaparecidos

Jorge Picciani (PMDB), que disputa o Senado, omitiu em seu site a citação feita por Dilma Rousseff a Marcelo Crivella (PRB), durante visita recente ao Estado. Crivella, por sua vez, tirou Picciani da foto ao lado da petista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.