Publicitária é encontrada morta em porta malas do próprio carro em GO

Ex-presidiário de 39 anos, suspeito de cometer assassinar a mulher, foi detido pela polícia

Priscila Trindades, estadão.com.br

15 Setembro 2011 | 16h46

SÃO PAULO - Uma publicitária de 34 anos foi encontrada morta no porta-malas do próprio carro no início da tarde desta quinta-feira, 15, no Bairro Ilda, em Aparecida de Goiânia, em Goiás. Um ex-presidiário de 39 anos, suspeito de cometer o crime, está detido.

A mulher saiu de casa por volta das 10h30 para resolver problemas pessoais e, duas horas depois, ela estava morta. A publicitária foi asfixiada e o carro em que ela estava foi encontrado perto de uma igreja que é frequentada pela família.

Por volta das 12h30, vizinhos de uma casa ouviram gritos de mulher e acionaram a Polícia Militar. Uma equipe foi até o local indicado e os agentes avistaram um homem em atitude suspeita. Ele foi abordado no momento em que colocava o corpo da vítima no porta malas. O homem foi preso e encaminhado para a Delegacia de Homicídios de Aparecida de Goiânia.

Segundo a polícia, o suspeito conhecia a publicitária e a família dela. O motivo do crime será investigado.

Mais conteúdo sobre:
publicitária morta porta malas

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.