Publicitário reage a assalto e é morto em Salvador

Crime ocorreu em um bar em bairro de classe média-alta da capital baiana

Tiago Décimo, de O Estado de S. Paulo,

29 de dezembro de 2009 | 10h34

O publicitário Edgar Oliveira Viana Neto, de 31 anos, foi morto, na noite desta segunda-feira, 28, depois de reagir a um assalto ao bar De Passagem, localizado na entrada do bairro do Horto Floresta, de classe média-alta, em Salvador.

 

De acordo com testemunhas, um homem armado rendeu o segurança do estabelecimento, que tem mesas espalhadas pela calçada, e passou a saquear os clientes. Aproveitando um momento de distração do assaltante, o publicitário tentou desarmá-lo, mas foi surpreendido por um comparsa dele, que estava dentro de um carro preto estacionado na rua.

 

A vítima levou dois tiros na cabeça e um no tórax e morreu no local. Outro cliente, não identificado, tentou fugir do bar, mas foi atingido na perna. Ele já foi medicado e liberado. Após os tiros, os assaltantes deixaram o local no carro.

 

Policiais da 6ª Delegacia, que investigam o caso, trabalham com a hipótese de que quatro pessoas tenham participado do crime. Viana Neto, que era gerente de uma loja de artigos de papelaria e informática no Shopping Iguatemi, o mais movimentado de Salvador, deve ser enterrado às 17 horas.

Tudo o que sabemos sobre:
crimeBahiaSalvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.