Quadrilha assalta agência da Caixa em Salvador

Uma quadrilha de vinte homens invadiu hoje a casa do chefe de segurança Carlos Augusto Bacelar e fez sua família refém para executar um assalto a uma agência da Caixa Econômica Federal em Salvador. Acompanhados do segurança, três bandidos da quadrilha conseguiram entrar sem maiores problemas na agência para aguardar a chegada do carro-forte, no início da manhã. Os funcionários que entravam no local para começar a trabalhar foram rendidos e conduzidos a uma sala no subsolo. Segundo os funcionários, os integrantes do bando portavam armas, inclusive granadas. Eles afirmaram fazer parte do Comando Vermelho, organização criminosa do Rio de Janeiro. Como o carro-forte atrasou, os bandidos resolveram pegar todo o dinheiro que havia num cofre auxiliar da agência - cerca de R$ 50 mil - e algumas jóias, pois no local funciona o setor de penhores da CEF na Bahia. Por volta das 9 horas, após retirarem a fita do sistema de vídeo, eles deixaram a agência. O bando recomendou que a polícia fosse avisada somente 40 minutos depois, prazo no qual soltariam a mulher e os dois filhos do chefe de segurança - o que foi cumprido. Vários delegados e policiais vistoriaram a agência durante toda a manhã à procura de pistas. Segundo o investigador Pedro Rodrigues, a estratégia do assalto é típica de "profissionais" e provavelmente o bando pertença mesmo ao Comando Vermelho.

Agencia Estado,

16 Junho 2003 | 15h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.